Polícia prende oito suspeitos de furtar e vender carros para trocar por armas e drogas em Rio Grande

Segundo a polícia, maioria dos crimes era ordenada por um preso da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas.

Ao todo, foram cumpridas 21 ordens judiciais.

Polícia prende oito suspeitos de furtar e vender carros para contrabandear no Uruguai A Polícia Civil prendeu oito suspeitos de furtar e vender carros para trocar por armas e drogas, em Rio Grande, na Região Sul do estado, nesta sexta-feira (21).

Segundo as investigações, os carros também eram usados para transportar drogas para o Uruguai, onde eram feitas as trocas.

De acordo com a polícia, muitos dos crimes eram ordenados por um preso da Penitenciária de Alta Segurança de Charqueadas (Pasc).

Os mandados foram cumpridos em Pelotas, Rio Grande, São José do Norte, Santa Vitória do Palmar, Barra do Chuí e no Presídio de Charqueadas.

Além dos oito presos, dois adolescentes foram apreendidos.

De acordo com o delegado Rafael Patella, da Delegacia de Repressão a Crimes Organizados, as investigações começaram no final do último ano quando a polícia percebeu um aumento no roubo de carros em Rio Grande.

"Era uma atividade muito atípica aqui na cidade, e houve uma concentração muito grande de crimes nos últimos meses", conta.

"A partir da prisão de um dos elementos desses roubos a gente conseguiu identificar uma cadeia de comando e vínculos dele com outros comparsas, de modo que identificamos a existência de uma organização criminosa", diz o delegado.

Ainda de acordo com a investigação, o líder do grupo, um preso da Pasc, estabelecia quais os veículos que deveriam ser roubados.

"Ele fornecia a esses sujeitos armas, gasolina, dinheiro e outros veículos que eram usados nas abordagens quando praticavam os roubos", diz.

"Tem outras pessoas a serem identificadas, entre elas certamente teremos outros adolescentes", finaliza.

Investigação ainda pretende investigar outros participantes dos roubos Polícia Civil / Divulgação
Categoria:Rio Grande do Sul