Donas de salões de beleza e clínica de estética têm boas expectativas para retomada de atendimentos em Mogi

Nesta fase, também podem funcionar - com restrições - bares, restaurantes, padarias e lanchonetes para consumo no local, além de academias.

Recomendação de comitê da cidade é que o grupo de risco mantenha o isolamento social.

Serviços de salão de beleza e estética de Mogi têm boas expectativas para reabertura Mesmo com as restrições que ainda existem, donas de um salão de beleza e de uma clínica de estética de Mogi das Cruzes estão otimistas para a retomada.

A reabertura é possível porque na última sexta-feira (10) o governo do Estado anunciou a evolução da quarentena na região da fase laranja para a amarela. Nesta fase, também podem funcionar - com restrições - bares, restaurantes, padarias e lanchonetes para consumo no local, além de academias. Expectativa No salão da Verônica Jreige, a rotina vai ser um pouco diferente.

Logo na entrada foi colocado um tapete, daqueles com produto para dedetizar o calçado, fora o álcool em gel em vários cantos. “Passamos a usar luvas pra todos os clientes.

Geralmente as luvas eram usadas em químicas e hoje nós usamos para todos os procedimentos, o face shield e a questão de aferir a temperatura do cliente na entrada também”, diz a empresária Verônica Jreige. Antes da pandemia, ela atendia em média cem pessoas por mês.

Durante a quarentena, o movimento caiu pela metade e o dinheiro que entrava foi o que ajudou a pagar as contas.

A expectativa com essa retomada é recuperar um pouco do faturamento. “Eu estou bem otimista com relação à reabertura.

Eu acredito que a Covid trouxe muita tristeza, muita preocupação para todo mundo e a nossa área é uma área que cuida das pessoas, que cuida do cliente.

Então eu acredito que as mulheres estão sentindo falta desse cuidado, desse carinho que nós temos.

Eu estou bastante otimista com esse retorno”, diz Verônica. Quem também tá ansiosa pelo retorno do atendimento presencial é a Aline Návia.

A esteticista está parada, sem renda, desde março e de lá pra cá teve que se virar pra não ficar sem dinheiro. “Eu contratei uma empresa de marketing para elaborar vouchers com desconto para as clientes comprarem durante a pandemia e que utilizassem pós-pandemia”, explica. A maca e os travesseiros foram encapados com um plástico que ajuda a higienizar, os frascos com álcool 70% estão em toda parte.

Salões de beleza e de estética vão poder funcionar a partir desta segunda com 40% do movimento e só seis horas por dia. Aline diz que atendia cerca de 12 pessoas por dia e agora vão ser no máximo 5.

"Financeiramente bem diferente.

Levantado com conta que essas pessoas, a grande maioria, vão ser as que adquiriram os vouchers com desconto.

Então, financeiramente, ainda vai ficar bem difícil”, diz. Fiscalização De acordo com o coordenador do Comitê Gestor da Retomada Gradativa das Atividades Econômicas de Mogi, Juliano Abe, a fiscalização seguirá sendo feita pelo Departamento de Vigilância Sanitária, a Guarda Municipal e nosso Departamento de Posturas.

"Nossa atuação de fiscalização ela é sempre pautada primeiro na orientação, na educação e posteriormente, caso haja reincidência, obviamente que a pessoa será autuada e multada”, diz. A maior preocupação do comitê é que os números de óbitos, novos casos e novas internações aumentem e a região precise regredir de fase.

"Portanto, é importante, tanto os donos dos estabelecimentos, os colaboradores, os consumidores e clientes atenderem os protocolos sanitários que são providas pela Prefeitura Municipal e pelo Departamento de Vigilância Sanitária.” A recomendação é que o grupo de risco mantenha o isolamento social.

“Pessoas da Melhor Idade, idosos, e pessoas portadoras de comorbidades continuem mantendo-se isoladas dentro de casa e, se sair, use máscara”, conclui Abe. Denúncias de desrespeito pode ser feitas pelos telefones 153 e 156. Initial plugin text
Categoria:SP - Mogi das Cruzes e Suzano