PepsiCo tem receita e lucro acima das previsões no 2° trimestre

Lucro líquido atribuível à empresa caiu cerca de 19%, para US$ 1,65 bilhão, mas ficou acima das estimativas.

A PepsiCo superou as estimativas dos analistas de receita e lucro trimestral, com os consumidores estocando seus produtos, incluindo Cheetos e Doritos, antes de permanecerem em suas casas devido a restrições relacionadas ao coronavírus. "Os hábitos alimentares dos consumidores continuaram a evoluir, com os consumidores gastando mais tempo em casa, o que beneficia os cafés da manhã, aperitivos e jantares em casa", disse o presidente-executivo Ramon Laguarta em declaração gravada. Dois parques da Disney reabrem em Orlando nos Estados Unidos; Veja o que muda As vendas da unidade Frito-Lay North America aumentaram 7% no segundo trimestre, encerrado em 13 de junho, enquanto a unidade Quaker Oats subiu 23%. A receita da unidade de bebidas da PepsiCo na América do Norte, sua maior divisão, caiu 7%, com restaurantes e outros pontos de venda fechados, enquanto os eventos esportivos foram adiados. Laguarta sinalizou uma melhora nas lojas de conveniência e postos de gasolina, mas espera que a recuperação nos canais de serviços de alimentação, que incluem restaurantes, leve um pouco mais de tempo. A empresa vê os negócios de aperitivos e alimentos permanecendo resilientes, com a expectativa de que a unidade de bebidas tenha um desempenho melhor durante o segundo semestre do ano. No geral, a receita líquida caiu cerca de 3%, para US$ 15,95 bilhões, mas superou as estimativas dos analistas de US$ 15,38 bilhões, segundo dados da Refinitiv.

O lucro líquido atribuível à empresa caiu cerca de 19%, para US$ 1,65 bilhão.

Excluindo itens, a empresa teve lucro de US$ 1,32 por ação, superando as estimativas de Wall Street de US$ 1,25.

Categoria:Economia